Museu do Índio Portal Brasil CGU - Acesso à Informação
Trocar cores de fundo Fundo branco Fundo cinza Fundo marrom Fundo vermelho Fundo amarelo Fundo verde

banner divulgacao1

Página Inicial > Divulgação > Notícias > Estáticos > Falecimento da linguista Yonne Leite

Falecimento da linguista Yonne Leite

YONNE LEITE, doutora em linguística pela Universidade do Texas, lecionava na Pós-graduação em Antropologia Social e em Letras Vernáculas da UFRJ.

Graduou-se em letras neolatinas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1957) e doutorou-se em linguística pela University of Texas at Austin (1974). Foi professora adjunta IV aposentada da UFRJ e bolsista 1A em produtividade em pesquisa do CNPq. Recebeu a medalha Oskar Nobling: honra ao mérito linguístico e filológico (1976) e a Comenda da Ordem Nacional do Mérito Científico (2002). Foi presidente da Associação Brasileira de Linguística (1979-1981) e da Associação Brasileira da Antropologia (1998-2000). As línguas indígenas brasileiras eram a sua principal área de atuação.
Profunda conhecedora de línguas da família Tupi-Guarani, ela doou, em 2010, para o Programa de Documentação de Línguas e Culturas Indígenas - PROGDOC, do Museu do Índio - FUNAI/Unesco, o seu acervo audiovisual sobre a língua do povo Tapirapé (MT), reunindo frutos de mais de 40 anos de investigação. Hoje, o Museu do Índio abriga o acervo Yonne Leite, resultante da digitalização e da organização dos materiais por ela cedidos.

Yonne Leite faleceu no último dia 22.

CS-23/12/2014